Osteopatia

O que é?
É um método de diagnóstico, tratamento e cura que utiliza os recursos manuais através de fundamentos anatômicos e fisiológicos para interferir na estrutura e função do organismo.
Qualquer perda de mobilidade natural das articulações, ligamentos, músculos, vísceras, ossos cranianos que impeçam o escoamento de fluidos no corpo, podem provocar profundos desequilíbrios no estado de saúde do indivíduo.
A Osteopatia reconhece que a doença se instala devido a ocorrência de disfunções e que o próprio organismo tem a capacidade de se recuperar e auto-curar.
Para que o corpo humano funcione de forma eficiente é necessário que os principais sistemas do corpo estejam em harmonia.
Objetivo
Reequilibrar o organismo devolvendo suas funções e auxiliando-o a encontrar seu próprio caminho de cura, restabelecendo e revertendo os processos da doença.
Como funciona?
O tratamento é natural e respeita os limites do corpo. É realizado através de técnicas manuais que atuam no desbloqueio e realinhamento dos seguimentos corporais, agindo diretamente na causa dos problemas, eliminando os sintomas (dor) e conduzindo o corpo a uma harmonização geral.
A Osteopatia integra três grandes ramos que são utilizados de maneira conjunta.
  • Estrutural: Trata do aparelho músculo-esquelético e da postura através de mobilizações e manipulações articulares.
  • Visceral: Tratamento de órgãos e vísceras, melhorando suas funções através de sincronização entre os movimentos dos órgãos e as demais estruturas corporais.
  • Craniana: Tratamento através dos ossos cranianos, seus movimentos sutis e suas relações com o sacro por meio da coluna. Trata e alivia tensões através de técnicas de realinhamento e de restauração do ritmo crânio-sacral.
Indicações
Indicada para pacientes de todas as idades que apresentem qualquer disfunção crônica e, devido à suavidade de determinadas técnicas é indicada para crianças desde o nascimento, sendo que uma grande variedade de problemas de saúde podem ser tratados, tais como:
  • Disfunções do sistema nervoso central ou periférico;
  • Disfunções da articulação temporo-mandibular;
  • Dores de cabeça, pescoço e coluna;
  • Dificuldade de concentração;
  • Zumbidos no ouvido;
  • Problemas oculares;
  • Cansaço crônico;
  • Hiperatividade;
  • Fibromialgia;
  • Depressão;
  • Sinusite;
  • Bruxismo;
  • Asma;

Depoimento
"RECONHECIMENTO. Devo confessar publicamente que eu tinha muitas reservas quanto ao que se refere às técnicas de Pilates. Mas o fato é que depois de ter iniciado as duas sessões semanais desde 8 de Setembro passado na Clínica Spessatto (há pouco mais de 3 meses), as dores na coluna (derivadas duma hérnia discal) desapareceram e sinto-me ótimo, podendo fazer todos os movimentos que me estavam interditos. O mesmo cabe dizer quanto ao joelho ao qual me foi retirado o menisco há 4 anos após um acidente, que me dificultava o andamento quando caminhava, e agora parece que não houve nada e até já consigo correr. Agradeço à minha fisioterapeuta Natália, o magnífico trabalho e a paciência que tem comigo. Na realidade, parece que “renasci das cinzas”!"
Telmo Vaz Pereira, Artista Plástico
Fotos
Fique Informado
Digite seu nome e email para receber dicas, notícias e novidades sobre saúde.
Texas Web Design