Osteopatia

O que é?
É um método de diagnóstico, tratamento e cura que utiliza os recursos manuais através de fundamentos anatômicos e fisiológicos para interferir na estrutura e função do organismo.
Qualquer perda de mobilidade natural das articulações, ligamentos, músculos, vísceras, ossos cranianos que impeçam o escoamento de fluidos no corpo, podem provocar profundos desequilíbrios no estado de saúde do indivíduo.
A Osteopatia reconhece que a doença se instala devido a ocorrência de disfunções e que o próprio organismo tem a capacidade de se recuperar e auto-curar.
Para que o corpo humano funcione de forma eficiente é necessário que os principais sistemas do corpo estejam em harmonia.
Objetivo
Reequilibrar o organismo devolvendo suas funções e auxiliando-o a encontrar seu próprio caminho de cura, restabelecendo e revertendo os processos da doença.
Como funciona?
O tratamento é natural e respeita os limites do corpo. É realizado através de técnicas manuais que atuam no desbloqueio e realinhamento dos seguimentos corporais, agindo diretamente na causa dos problemas, eliminando os sintomas (dor) e conduzindo o corpo a uma harmonização geral.
A Osteopatia integra três grandes ramos que são utilizados de maneira conjunta.
  • Estrutural: Trata do aparelho músculo-esquelético e da postura através de mobilizações e manipulações articulares.
  • Visceral: Tratamento de órgãos e vísceras, melhorando suas funções através de sincronização entre os movimentos dos órgãos e as demais estruturas corporais.
  • Craniana: Tratamento através dos ossos cranianos, seus movimentos sutis e suas relações com o sacro por meio da coluna. Trata e alivia tensões através de técnicas de realinhamento e de restauração do ritmo crânio-sacral.
Indicações
Indicada para pacientes de todas as idades que apresentem qualquer disfunção crônica e, devido à suavidade de determinadas técnicas é indicada para crianças desde o nascimento, sendo que uma grande variedade de problemas de saúde podem ser tratados, tais como:
  • Disfunções do sistema nervoso central ou periférico;
  • Disfunções da articulação temporo-mandibular;
  • Dores de cabeça, pescoço e coluna;
  • Dificuldade de concentração;
  • Zumbidos no ouvido;
  • Problemas oculares;
  • Cansaço crônico;
  • Hiperatividade;
  • Fibromialgia;
  • Depressão;
  • Sinusite;
  • Bruxismo;
  • Asma;

Depoimento
"Fran… Faz 7 anos que lhe conheço. Vc é inspiradora!! E ainda por cima me curou de uma dor que eu nem sabia que tanto me fazia mal. Sou muito grata por ter te conhecido!! Saudades das nossas conversas nas sessões.. que nem pareciam sessões!! Hehe!! Super beijo gatona!! "
Marina Godoy, Contadora
Fotos
Fique Informado
Digite seu nome e email para receber dicas, notícias e novidades sobre saúde.
Texas Web Design