Fisioterapia Convencional

O que é?
É a ciência da Saúde que estuda, previne e trata os distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano, gerados por alterações genéticas, traumas e/ou doenças adquiridas.
Como funciona?
A fisioterapia convencional na Clínica Spessatto é um serviço individual e personalizado, onde cada caso é estudado cuidadosamente entre os profissionais envolvidos no atendimento daquele paciente, a fim de recuperar a saúde geral do indivíduo de forma mais rápida e eficaz. Atendemos através do encaminhamento do seu médico, indicando o diagnóstico clínico, bem como apresentação de exames no 1º dia de avaliação.
Recursos
  • Massoterapia: Técnica utilizada para tratar e relaxar o corpo, muitas vezes pressionando pontos específicos da acupuntura.
  • Eletroterapia: Procedimento com aparelhos geradores de sinais elétricos, que visam relaxamento, fortalecimento e analgesia. Ex: Corrente Russa, Tens, Ultrassom, FES.
  • Crioterapia: Aplicação de gelo.
  • Cinesioterapia: Terapia do movimento com exercícios próprios e especiais para cada caso. Utiliza o movimento dos músculos, articulações, ligamentos e tendões.
  • Terapia Manual: Associação de técnicas que visam o restabelecimento da estrutura musculoesquelética do paciente.
Duração: Em média 50 minutos.
Freqüência: De 3 a 5 vezes por semana (indicação habitual: 10 sessões)
Benefícios
  1. Treinamento correto para a prática das Atividades da Vida Diária – AVDs
  2. Melhora a amplitude de movimento articular
  3. Reequilibra a musculatura como um todo
  4. Melhora o posicionamento dos membros
  5. Aumenta a vitalidade geral do indivíduo
  6. Proporciona o alívio da dor – analgesia
  7. Recupera lesões musculoesqueléticas
  8. Proporciona efeito anti-inflamatório
  9. Melhora o condicionamento físico
  10. Melhora o equilíbrio
Ciência &
Interação com o todo
Indicações
  • Reabilitação de lesão do sistema músculo-esquelético decorrentes de doenças reumatológicas.
  • Reabilitação de problemas neurológicos (como por exemplo AVC, doença de Parkinson).
  • Reabilitação de problemas cardíacos, respiratórios, ginecológicos (por exemplo incontinência urinária, pré e pós-parto).
Até mesmo na fase aguda de algumas doenças, a fisioterapia convencional tem o papel de dar orientações posturais, ergonômicas e de atividades da vida diária prevenindo futuras lesões.
História
A Fisioterapia se divide em 4 fases distintas:
  1. EMPÍRICA: Até o século XIX a fisioterapia era empírica e não científica.
  2. ELETROTERAPIA: Até a I Guerra Mundial a fisioterapia encontrava-se em sua fase biológica, com a utilização da ionto e galvanização.
  3. FISIOTERAPIA PROPRIAMENTE DITA: Entre a I e II Guerra Mundial.
  4. FISIOTERAPIA REABILITACIONAL: Após a II Guerra Mundial existiam milhares de mutilados de guerra que precisavam ser absorvidos pelo mercado de trabalho para serem reintegrados à sociedade. Assim, começou a ser aplicada a Fisioterapia contemporânea.

Depoimento
"Quero expressar aqui meu reconhecimento e gratidão pela minha amada fisioterapeuta Francine Spessatto. Posso dizer minha terapeuta que é uma pessoa fundamental para a cura do meu corpo físico, mental, emocional e da minha alma. A cada visita uma novidade, sede de conhecimento na área da fisioterapia e terapias que se complementam. Mãos de fada que curam, energia intuitiva e criativa onde sua vontade de servir no processo de cura do ser humano vai além do corpo físico. De pessoas assim que o mundo precisa. Obrigada Fran, como eu sempre falo, tu é demaaaais!"
Denise Robert, Nutricionista
Fotos
Fique Informado
Digite seu nome e email para receber dicas, notícias e novidades sobre saúde.
Texas Web Design